Ter um estabelecimento comercial ou trabalhar “Home Office”?
Ter um estabelecimento comercial ou trabalhar “Home Office”?
Ter um estabelecimento comercial ou trabalhar “Home Office”?
04/12/2020

Antes de abrir seu próprio negócio, é necessário analisar todas as possibilidades, e com isso muitas dúvidas e dificuldades vão surgindo. 

 

Já falamos aqui no Blog sobre como e porque abrir um CNPJ ou não e agora iremos te ajudar a analisar se vale a pena ter um escritório físico com espaço comercial consolidado ou se o famoso “Home Office” é a melhor solução. 

 

O trabalho a distância, ou home office, não é novidade. Esta prática já existe há tempos, e tem tomado proporções maiores em virtude do avanço da pandemia da Covid-19. Muitas empresas, resistentes em adotar tal processo, tiveram que rever suas estratégias para continuarem economicamente ativas no mercado.

 

Com isso, os questionamentos sobre a viabilidade de um estabelecimento físico surgem, afinal há valores altos para iniciar, preocupações e mais gastos para garantia de boa localização, investimento com infraestrutura que atenda bem a todos, sem falar nas questões burocráticas, dores de cabeça para alugar um espaço dentre outras situações. 

 

No entanto, como toda e qualquer escolha, prós e contras sempre aparecerão, principalmente, na hora de decidir se ter um escritório em casa é a melhor opção ou não. Neste artigo, vamos te monstrar quais são essas vantagens e desvantagem para que você possa decidir conforme aquilo que for melhor à sua realidade, bora lá?!

 

Vantagens

 

Proximidade da família 

A qualquer momento, você pode ir até lá e dar um abraço no seu filho(a), brincar com ele e fazer um carinho no cachorro que, claro, também faz parte da família.

 

Maior independência

É só acordar e ir para o trabalho no quarto ao lado, você quem faz o seu horário!

 

Redução do estresse decorrente do trânsito

E nem pegar o carro, ouvir buzinas, encarar filas, procurar estacionamento, fazer baliza, correr o risco de acidentes e de ser multado.

 

Alimentação mais saudável

É o fim das marmitas, do fast-food e dos deliciosos salgadinhos que, apesar do sabor, fazem mal para a saúde.

 

Redução de custos (aluguel, transporte, refeição e infra-estrutura básica)

Esqueça todo o trabalho para conseguir um bom ponto comercial e todos os impostos e taxas necessárias.

 

Facilidade de obtenção de franquias que não exigem pontos comerciais

Como no seu home office, outras pessoas podem querer trabalhar com sua marca e não precisarão, como você, procurar um local para abrir uma empresa.

 

Rendimentos superiores aos níveis convencionais de mercado

Com menos taxas, encargos e impostos a pagar, seu rendimento só tende a aumentar, com a opção de usar essas sobras em outros investimentos.

 

Oferecimento de produtos e serviços melhores, com custos menores

Com menos custos e mais foco no que realmente importa, seu trabalho será melhor desempenhado e agradará mais seus clientes.

 

Atendimento ao cliente 24 horas por dia

Serviço VIP para o seu cliente, sem barreira de horários para atendê-lo.

 

Reforço à terceirização e à profissionalização de serviços

É possível ter um serviço com excelente execução, mesmo não sendo uma empresa física.

 

Porém, nem tudo são flores. Trabalhar em casa, apesar da sensação de liberdade e de comando da própria vida, esconde algumas armadilhas e que se não forem percebidas, e adequadamente gerenciadas, ocasionarão prejuízos e é aí que entram as desvantagens.

 

Desvantagens

 

Perda da privacidade pessoal

Ter a família perto pode ser bom, mas também ser ruim. Ser chamado a todo instante para assuntos familiares no meio do trabalho não é legal.

 

Possibilidade de excesso de carga de trabalho

Como seu trabalho é no mesmo lugar que você vive, há o perigo de misturar as coisas e estar com a cabeça sempre no serviço ou na casa.

 

Indefinição de horários de trabalho e lazer, se não houver planejamento e disciplina

E não conseguir separar o momento de curtir com a família do momento de se concentrar nas obrigações do trabalho.

 

Tendência ao isolamento social (para quem mora só)

Não haverá aquela conversa com os amigos do trabalho, a troca de ideias, falar como está a vida e dar boas risadas com as coisas do dia a dia.

 

Difícil sucessão, em caso de necessidade de transição

Se você adoecer ou precisar tirar umas férias, não haverá ninguém para te substituir.

 

Dificuldades de obtenção de créditos, em caso de empresa informal

Conseguir créditos fica mais complicado para quem não tem uma empresa nos padrões formais.

 

É claro que aqui listamos algumas possíveis situações que podem ocorrer de acordo com a realidade de cada pessoa e negócio, como em tudo na vida, você deve ter foco e disciplina. Com esses dois conceitos em mente, você consegue vencer possíveis desafios deste modelo e aproveitar tudo o que essa possibilidade pode te oferecer.


Agora é com você! Analise quais pontos são mais importantes e o que melhor se adequa a sua realidade para ter sucesso na sua escolha, mas lembre-se, a pandemia ainda não acabou, portanto, se você ainda tem opção #fique_em_casa.