Mitos e Verdades sobre a Sustentabilidade
Mitos e Verdades sobre a Sustentabilidade
Mitos e Verdades sobre a Sustentabilidade
08/01/2021

Muito se comenta sobre sustentabilidade, mas para muitos esse tema não é tão claro e ainda está cercado de mitos, sendo um dos maiores desafios esclarecer o que é verdadeiro daquilo que é falso sobre este assunto.

 

Por isso, iremos desvendar para vocês alguns dos principais mitos e claro mostrar e o que de fato é verdade sobre esse tema.

 

Bora lá!!!

 

MITOS

 

Sustentabilidade custa caro e não gera lucros para as empresas.

Muitas pessoas acreditam que a implantação de medidas sustentáveis é caro e não irá trazer benefícios financeiros. A implantação dessas práticas pode gerar custos iniciais, no entanto, o retorno financeiro, após a execução, é garantido. Então é importante ter em mente que sustentabilidade não é gasto, mas sim investimento.

 

Qualquer tipo de água pode ser reutilizada.

Apesar de o reaproveitamento ser muito importante para a sustentabilidade, nem toda água pode ser reaproveitada, dependendo da finalidade. Por exemplo, a água da chuva é  ótima para a lavagem de pátios e áreas externas, mas não deve ser utilizada para fins potáveis.

 

Lâmpadas incandescentes amarelas iluminam mais.

O que realmente determina a sua capacidade de iluminação é a potência da lâmpada, indicada pelos Lumens (lm), sem relação com a sua cor.

 

Sustentabilidade só beneficia o meio ambiente.

Além do ponto de vista ambiental, quando falamos de sustentabilidade é preciso considerar as perspectivas sociais e econômicas, e sempre levar em conta também a cultura e a política do lugar.

 

Ser sustentável significa reduzir o padrão de vida.

 Nada disso, apenas é preciso que se tenha bom senso sobre o consumo. O problema são os excessos, o desperdício, e não o consumo em si. Pequenas substituições podem ter ótimos resultados. Um exemplo é o shopping Cidade Jardim, em São Paulo. Um shopping destinado à classe AA que utiliza recursos como ventiladores de teto e vidro para suas instalações.

 

É fácil ter uma vida sustentável.

Infelizmente isso é um mito. Ser sustentável é um estilo de vida, nem sempre uma única atitude sustentável é suficiente para colaborar com o planeta, é necessário repensar todo padrão de vida, buscar soluções concretas que irão eliminar ou minimizar ao máximo os impactos ambientais negativos que são provocados pelo seu estilo de vida.


VERDADES

 

Sustentabilidade não é uma moda/tendência passageira.

O assunto veio para ficar. Acreditamos que no futuro, esse tema será incorporado no dia-a-dia das pessoas e das empresas, de maneira que não será necessário dar tanto enforque a ele pois já estará enraizado na cultura de todos... ou seja, será algo natural.

 

Secar as roupas na grade traseira da geladeira aumenta o consumo de energia.

Isso sobrecarrega o aparelho, que aquece, aumentando o consumo de energia.

 

Economia de água colabora para a economia de energia elétrica.

Para chegar às residências, é necessário o uso de bombas, que consomem energia. Reduzindo o consumo de água, se exige menos dessas bombas o que, consequentemente, reduz o gasto de energia.

 

O termo “verde” não significa “sustentável”.

É comum vermos as pessoas chamar de verde algo sustentável e vice-versa. Embora tenham muitas coisas em comum, o termo verde significa a preferência do natural sobre o artificial. Mas muitas vezes o artificial pode ser bem mais sustentável do que o natural.

 

Alguns plásticos podem ser considerados sustentáveis.

O que vai determinar isso é o seu  uso. Um dos itens que define um produto ser ou não sustentável é sua durabilidade. Um produto de plástico pode durar anos e ser reciclável. Logo, é sustentável, sim. Além disso, apenas 4% do petróleo é usado para o PVC . O grande vilão do petróleo é e continua sendo o transporte.

 

Práticas sustentáveis não são apenas para grandes empresas.

Toda empresa pode adotar práticas sustentáveis, incluindo as micro e pequenas empresas, inclusive, quando a empresa ainda está em seu início ou em seu tamanho reduzido, torna-se um processo mais rápido e eficiente, visto que a partir daí, toda a organização crescerá no mercado já como uma empresa sustentável.