O que é uma certificação ambiental e para que serve?
O que é uma certificação ambiental e para que serve?
O que é uma certificação ambiental e para que serve?
09/09/2020

Para todos aqueles apaixonados por gestão ambiental, este conteúdo, certamente, será um daqueles de encher os olhos, vamos lá?!

 

Para quem já sabe ou ainda não, a certificação ambiental pode ser concedida tanto para empresas que geram produtos assim como para prestadores de serviços sendo, por esse motivo, usada por empresas, sites e instituições que necessitam comprovar que fazem parte de ações ligadas a sustentabilidade. Principalmente pelo fato de buscar um reconhecimento oficial que seja legitimado e também como forma de garantir uma vantagem competitiva representada. 

 

As exigências da sociedade quanto à responsabilidade corporativa aumentam a cada dia. As regras e padrões de produção não são mais determinados apenas pela "livre concorrência", isto é, pelo mercado. Cada vez mais, os consumidores esperam a garantia de qualidade e transparência nos processos produtivos das empresas, incluindo o respeito à sustentabilidade em seus três pilares: econômico, social e ambiental. 

 

A fim de fornecer a garantia que os consumidores exigem e para facilitar os processos de gestão e produção, foram criados, ao longo dos anos, padrões e sistemas de verificação que atestam as boas práticas de uma empresa ou estabelecimento. Este “atestado” é chamado de certificação.

 

Atualmente, existem diversos tipos de certificações, cada uma com seus escopos e finalidades específicas. Aqui queremos mostrar para você os principais rótulos ecológicos que podem atender demandas e necessidades específicas, como produtos, instalações e até sites. As empresas, por sua vez, devem entender quais negócios são mais adequados ao seu modelo. 

 

Por exemplo, o FSC (Forest Stewardship Council) é um dos certificados mais reconhecidos no mundo, que atesta que a matéria-prima do produto não irá prejudicar o meio ambiente. Comprova, por exemplo, a origem da celulose usada na fabricação de papel. Para obtê-lo, o empreendimento deve passar pelo processo criativo realizado pela autoridade competente.

 

A ISO 14001 certifica projetos de sistemas de gestão ambiental para criar um equilíbrio entre o modelo de negócios e o meio ambiente para obter lucro e não ter um impacto negativo no ecossistema. No Brasil, é administrada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e para obtê-lo é necessário passar por uma auditoria para verificar e certificar os processos da empresa.

 

O selo ambiental Procel certifica equipamentos eletrônicos com os melhores indicadores de eficiência energética. O Ministério de Minas e Energia, junto com a Eletrobrás, certifica os produtos, mas primeiro eles devem passar por uma série de testes em laboratórios especializados. 

 

Há também o Certificado Rainforest Alliance, que certifica produtos com propriedades que atendem aos padrões ambientais e melhoram constantemente a qualidade de vida dos colaboradores e da comunidade em que a empresa atua. Essa certificação está disponível para companhias que cultivam, industrializam ou comercializam matérias-primas.

 

Estes são apenas alguns dos principais tipos de certificações que existem e que comprovadamente já trazem melhorias significativas em termos mais sustentáveis além de proporcionar uma visibilidade positiva ao consumidor que hoje busca por empresas que se comprometam cada vez mais com um desenvolvimento sustentável e com respeito ao meio ambiente. Uma excelente oportunidade de mercado para aqueles que buscam fornecer serviços voltados a esta área.

 

Um abraço,
Equipe Smart Eco!